Capa » Passa Tempo » Ponto cruz e dicas de crochê
Ponto cruz e dicas de crochê

Ponto cruz e dicas de crochê

Bordado, crochê, tricô, macramê, são atividades manuais onde se pode desenvolver trabalhos muito criativos, que podem compor peças para a própria casa e também gerar uma renda extra para o orçamento familiar. E com uma vantagem, é uma verdadeira terapia e também gera prazer e lazer, pois pode agregar outras pessoas se transformar em uma tarde de conversa, de troca de informações e até de um gostoso café e petiscos com as amigas.

Bordados em Ponto Cruz

Ponto cruz é uma forma de bordado onde são trabalhados pequenos pontos em X para formar uma imagem ou padrão. O tecido para bordar o ponto cruz mais popular no Brasil é o etamine, ou é uma atividade cativante de artesanato e de lazer. É um processo demorado, mas com resultado muito gratificante.

O ponto de cruz é o ponto predominante, porém, o ponto de volta e o nó francês são frequentemente usados em um mesmo bordado. O nó francês acrescenta textura para o projeto, enquanto o pesponto é usado principalmente para fazer delineamento e adicionar destaques e detalhamento no design. Ele também pode ser usado para sugerir características faciais, tais como as bocas, nariz e olhos.

Há vários modelos de bordados para seguir, tanto em revistas como em blogs na internet. E, pode-se criar também um projeto partindo de qualquer desenho, basta para isso transferir o motivo para um papel quadriculado gerando então um gráfico com as cores equivalentes.

Qualquer imagem pode ser reproduzida no ponto cruz, mas as que são simples e com contornos bem definidos são melhores para quem está começando. Escolha uma foto ou desenho sem muitas cores ou detalhes. E com o tempo passe para desenhos mais elaborados.

Para deixar o trabalho mais limpo e bem acabado com os pontos uniformes, sempre aponte a parte inferior da cruz para a mesma direção. Por exemplo, inicie o ponto no canto superior esquerdo e passe para o canto inferior direito. Também é importante ao parar o trabalho marcar o local de alguma forma, para reiniciar a partir desse mesmo ponto.

Dicas de Crochê

O crochê é uma arte de tecer secular onde os pontos são laços e voltas do fio em torno da agulha. É um ofício de costura fácil, que requer apenas uma agulha e o fio. Através dele é possível desde enfeitar panos de louça e toalhas, como criar cachecóis e blusas.

O crochê é feito através da combinação entre carreiras de correntinhas altas e baixas, elaboradas de acordo com o tamanho e o modelo do artigo que será confeccionado.

Existem diversos tipos de pontos:

  • Ponto Alto
  • Ponto Baixo
  • Ponto Baixíssimo
  • Meio Ponto Alto
  • Ponto Alto Duplo
  • Ponto Segredo
  • Ponto Parafuso
  • Ponto Pipoca
  • Ponto Picô
  • Ponto Ostra
  • Ponto Caranguejo
  • Ponto Diamante
  • Ponto Leque

entre outros …

mas antes de executar qualquer ponto tem que dominar o primeiro que é a Correntinha.

Lembre-se a prática leva a perfeição. Então não desanime no começo e pratique, pratique e pratique!

Cuidado com a postura

Ao fazer seu crochê, procure uma cadeira confortável, se possível, reclinável e com os pés apoiados. Pois se passa muito tempo tão concentrado no trabalho que se não cuidar da postura as consequências serão desastrosas.

Organize seu crochê

Mantenha uma cesta com o trabalho que está sendo desenvolvido, junto com a agulha, tesoura e linhas no mesmo local de sempre, assim não terá que perder tempo procurando onde deixou.

Para iniciantes:

Use uma agulha 2.30, com a parte do meio mais grosso, isso facilitará o aprendizado. Use fio de algodão médio, não muito fino e procure nos primeiros trabalhos executar quadrados, depois de treinar e dominar os quadrados passe então, para os trabalhos redondos. Comece com o ponto baixo e depois de aprender bem passe para o ponto alto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*